Pontos de sucesso de Markenting digital 1

Pontos de sucesso de Markenting digital

5 Pontos para ficar de olho quando a sunto trata de finanças

Já reparou que existem pessoas que podem nem ganhar tanto assim, mas, como que por um milagre, conseguem alcançar seus objetivos e viver em relativa tranquilidade? Em compensação, já viu também aquelas pessoas que, mesmo ganhando muito, parecem não sair do lugar? A quantia é importante, ninguém vai negar isso. Contudo, tão relevante quanto é a capacidade que desenvolvemos para administrar o que se ganha. Nesse sentido, como você está indo?

Separamos 5 tópicos para prestar muita atenção e evitar que sua situação financeira se torne uma bagunça:

  1. Apagando os incêndios

Boa parte da população brasileira está endividada e, ao contrário da forma como as dívidas são contraídas, sair delas é muito difícil. Você provavelmente precisará cortar gastos para quitá-las, negociar maiores parcelamentos, procurar por taxas de juros inferiores e até mesmo pedir ajuda a outras pessoas – não há problema nisso.

O importante é que, antes de sair fazendo planos, você quite suas dívidas o mais rápido, já que os juros transformam centavos em milhões num piscar de olhos. Só não recorra ao cheque especial ou ao parcelamento de faturas, pois são duas opções que parecem soluções, mas na verdade são apenas novos problemas.

  1. Quanto ganho de verdade?

Outro aspecto que precisa ser levado em consideração na hora de planejar o mês é: quanto dinheiro você de fato tem em conta? Às vezes, olhamos para o valor bruto do salário e deixamos de considerar todos os descontos que são feitos, de INSS, plano de saúde, taxas dos bancos, vale-transporte e por aí vai.

5 pontos para ficar de olho quando o assunto é finanças

Outro erro comum ocorre quando as pessoas olham para o saldo e acham que o limite do cheque especial são favas contadas, o que não é verdade. Esse dinheiro não é verdadeiramente seu, mas sim do banco. Fique atento. Será que você está considerando todos esses fatores na hora de fazer as contas?

  1. Dividindo tudo por categorias

Tendo resolvido as dívidas e analisado quanto dinheiro você possui para passar o mês, é hora de refletir sobre os seus gastos. Nada de cabeça – faça a lista de despesas num papel, caderno, planilha ou aplicativo – algo que você possa alterar quantas vezes for preciso. Ah, e se você criar o hábito de registrar esse planejamento, nunca o abandone – ele é fundamental para o seu sucesso financeiro. Muita gente poderia estar em situação mais tranquila se fizesse isso regularmente.

Nesse momento, não deixe as despesas misturadas numa lista única. Separe-as por categoria – alimentação, vestuário, saúde, transporte, lazer, telecomunicações etc. Essa separação permite que você visualize com mais facilidade quais são os setores em que há maiores gastos, promovendo uma reflexão mais precisa sobre seus hábitos de consumo.

  1. Estabelecendo limites

Conseguindo visualizar direitinho todas as categorias de despesas, o ideal é que você atribua a cada uma delas um teto de gastos mensal. Assim, você deve ir acompanhando ao longo do mês se está tranquilo ou se já é hora de pisar no freio. Isso ajuda, por exemplo, a decidir se vale a pena jantar num restaurante, ou se é melhor deixar para o mês seguinte, pois neste a sua “cota” já está chegando ao fim. Seja disciplinado.

  1. Toma lá, da cá

Cada indivíduo possui suas preferências e prioridades, o que varia muito entre as pessoas e entre os diferentes momentos da vida pelos quais estejam passando. Assim, se você considera vestuário um gasto mais importante do que restaurantes, por exemplo, pode transferir a sua “cota” de uma categoria para outra, num mecanismo compensatório. Isso evita que o controle financeiro seja uma tarefa muito sacrificantes. Mas, atenção: é para compensar mesmo, nada de enganar a si mesmo.

Anúncios

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.